Príncipe de Gales

 


Vive em áreas secas com espinhos.

Fonte: Pets e Cia 


 

Príncipe de Gales

Origem

O Príncipe de Gales é um Psitacídeo. Descoberto em 1862 e muito comum em aviários, este belo pássaro raramente é visto em estado selvagem. Ele habita o interior dos desertos mais secos da Austrália central e oeste da Austrália, incluindo a Rota Canning Stock, onde é visto com maior freqüência. Parece que prefere os desertos verdadeiros e não é visto geralmente em áreas como o Pilbara ou Goldfields. Também é encontrado na árida Tanami, região do Território Norte e possivelmente indo até a ária Queensland.

Vive em áreas secas com espinhos. Prefere lugares abertos com árvores de acácia e casuarina, matas de eucaliptos, savanas com árvores ao longo de cursos de água.

Características

O Príncipe de Gales é atordoante de se contemplar. Delgado e verde limão, tem as penas longas da cauda rosas e negras. Seu bico é rosa e sua garganta também tem rosa. O alto da sua cabeça é azul e seu peito é de um fraco amarelo-acinzentado. Devido à sua bela aparência, ele é muito apreciado nos viveiros.

O Príncipe de Gales é verde-oliva mas o topo da sua cabeça e nuca são azuladas. A testa, pescoço e bochechas são rosadas e o peito e abdômen são verde- azulados. As ancas e acima da cauda são azul-violeta, enquanto abaixo da cauda é amarelo-oliva. A ponta da terceira pena primária é alongada. As costas e asas são de um verde-oliva pálidos enquanto a parte de cima das asas (como se fosse seu ombro) são de um verde- amarelado brilhante. O lado de baixo da sua cauda é preto com vermelho-claro nas membranas interiores. Tem o bico avermelhado e a pele ao redor dos olhos é cinza. A íris é laranja e seus pés cinzas.

Nas fêmeas o topo de sua cabeça é azul- acinzentado pálido. Sua terceira pena primária não tem a ponta alongada. As penas da parte de cima da asa são mais esverdeadas e a cauda é mais curta.

Os pássaros jovens são parecidos com as fêmeas. Os jovens machos alcançam a plumagem adulta entre 14 e 18 meses.

Tamanho: O Príncipe de Gales tem em média 40cm.

Dieta: Alimenta-se principalmente de sementes de grama, mas também frutas, bagas, flores, néctar e, provavelmente, também insetos e suas larvas.

Comportamento

Na natureza, estes pássaros estão bem adaptados às zonas áridas. Eles gostam mais de viver perto de algum curso de água. Acasalam-se em buracos ocos nos eucaliptos nesses cursos de água e muitos casais se juntam para acasalar. Cinco ou seis semanas depois da incubação, os jovens acompanham os pais e deixam a área de acasalamento. Se alimentando em lugares no solo, eles procuram por sementes de spinifex. Também são conhecidos por se alimentarem de flores de Acácia e bagas de Mistletoe.

As populações do Príncipe de Gales estão sujeitas a uma grande variação de densidade, resultando em grandes bandos em alguns anos e poucos indivíduos em outros anos. Quando eles são vistos, eles geralmente estão viajando em poucos bandos ou pares. Embora raramente sejam vistos por todas as partes, o Príncipe de Gales é provavelmente mais comum do que conhecido. Isto é provavelmente devido a eles viverem em zonas áridas e inacessíveis, resultando em   poucas   observações  dentro dessas áreas. Esta espécie precisa de novos estudos para determinar o tamanho da sua distribuição exata e posição. Ele pode simplesmente estar não tão bem estudado e não ser tão raro como as pessoas acham.

Geralmente vivem em pares e algumas vezes em grupos pequenos. Ocasionalmente vivem em grandes bandos. O Príncipe de Gales vai ao chão para se alimentar e não são muito tímidos; senão ficam no topo das árvores. São nômades e têm um vôo direto e rápido. Parecem que percorrem grandes distâncias voando sem nenhum esforço, numa altura considerável. Seus vôos curtos são mais freqüentes perto do solo. Seu canto não possui melodia e não é agradável, mas o Príncipe de Gales raramente canta.

A estação de acasalamento vai de Setembro a Dezembro, provavelmente também em outros períodos, quando começa a chover. Os machos adotam uma posição com as penas da cabeça levantadas,    acenando    com   a cabeça, abrindo as asas e cauda,  dançando para a fêmea com as pupilas dilatando e contraindo. Seus ninhos são trançados com pedaços pequenos de madeira podre. Estão localizados em buracos no alto das árvores perto dos rios. A fêmea põe de 4 a 6 ovos. A fêmea choca os ovos sozinha.

Como Cuidar

É uma ave quieta. Não é tímido e uma vez aclimatado é um pássaro forte; algumas vezes passivo. Gosta de ir ao chão. Pode viver em viveiros com espécies menores. São suscetíveis a infecções nos olhos e, como gostam de ir muito ao chão, este deve ser limpo regularmente.

Acomodação: Sempre em casais. O tamanho mínimo  da   gaiola   para os casais é de 5 x 1 x 1,5 metros.

Reprodução em cativeiro: É relativamente fácil. O período de reprodução começa em Setembro (em países do Hemisfério Norte em Março). A fêmea bota de 4 a 6 ovos. O período de incubação é de 20 dias e o período de alimentação é de 35 dias. Os filhotes se tornam independentes com 50 dias. O ninho ideal tem 20cm de diâmetro e pelo menos 60cm de profundidade com o buraco de entrada de 8cm de diâmetro. Se reproduzem duas vezes por ano. A fêmea se torna apta a reproduzir com 1 ano e o macho com 2 anos. Outros casais de Príncipe de Gales por perto estimulam um ao outro a se reproduzirem.

Expectativa de vida: Atinge cerca de 15 a 20 anos de idade.

Dieta: Se alimentam de mistura de sementes para canários, sementes de ervas, aveia e semente de girassol. Gostam de diversas frutas e vegetais, particularmente da maçã e cenoura. Insetos e sementes de girassol são necessários para a época de criação.

Mutação: Existem algumas mutações do Príncipe de Gales. As mais freqüentes são a branca, azul e amarelo.