Unhas dos canários


"...Assim como em nós, existe no canário, partes do corpo que continuam a crescer com o passar do tempo (unhas, bicos e penas). A unha do canário é o elemento que mais devemos prestar atenção, seu tamanho exagerado pode causar grande incômodo a esses pequenos pássaros..."
Fonte: paulo cantoni


 

Unhas dos Canários

Assim como em nós, existe no canário, partes do corpo que continuam a crescer com o passar do tempo (unhas, bicos e penas). A unha do canário é o elemento que mais devemos prestar atenção, seu tamanho exagerado pode causar grande incômodo a esses pequenos pássaros. Os canários com mais de um ano de idade já possuem unhas mais grossas e compridas, indicando assim sua maior idade.

Os cuidados básicos que devemos tomar com as unhas é muito simples e qualquer criador com um pouquinho de paciência e dedicação pode executá-los.

Ao percebermos que a unha dos canários está muito comprida devemos simplesmente cortá-la, a unha do canário é provida de uma pequena veia, por onde circula o sangue, devemos tomar o máximo de cuidado de cortar a unha um pouquinho antes dela, caso contrário essa unha irá sangrar e muito, e nós não queremos isso não é mesmo?

 

Como fazer

 

Pegue cuidadosamente seu canário com a mão esquerda, para os destros e direita para os canhotos, com a outra mão segure uma unha de cada vez e proceda o corte, não se esqueça de observar a veia. Execute esse mesmo corte em todas as unhas, canários da linha clara expõe facilmente a veia da unha, já nos da linha escura é mais difícil de vê-las.

 

Como evitar

 

Não há como evitar o total crescimento das unhas, o que se pode fazer é retardar seu crescimento com a utilização de poleiros com diâmetros diferenciados, um grosso, um fino, um intermediário. Há criadores que colocam lixas na parte de baixo dos poleiros, acelerando assim o desgaste das unhas. Lembrando ainda que os poleiros quadrados não são indicados.

Acreditamos que os pássaros na natureza não sofrem desses problemas justamente por estarem pousando em "poleiros" de diferentes diâmetros e até mesmo gastando suas unhas no chão.

Devemos então, na medida do possível, propiciar um ambiente o mais próximo do natural aos nossos pássaros.