Ração Extruzada para canários


"...Segundo dados do Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal, publicados na revista Alimentação Animal, somente o setor de Pet Food, em especial com rações para cães e gatos, movimentou 1.172.000 toneladas no ano de 2001. Para 2002 a previsão é de um crescimento de 11 %, atingindo a marca de 1.300.000 toneladas..."
Fonte: canaril valenca


 

Ração Extruzada para canários

Quebrando Paradigmas


Segundo dados do Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal, publicados na revista Alimentação Animal, somente o setor de Pet Food, em especial com rações para cães e gatos, movimentou 1.172.000 toneladas no ano de 2001. Para 2002 a previsão é de um crescimento de 11 %, atingindo a marca de 1.300.000 toneladas. Apesar destes expressivos números, quem tem pelo menos 30 anos de idade lembra de que forma, na sua infância, eram alimentados os cães e gatos. Restos de comida ou preparados caseiros eram regra na alimentação destes animais, enquanto o uso de ração ainda era algo meio “fora de propósito”. Hoje em dia estes animais são, via de regra, alimentados com ração balanceada comercial amplamente encontrada no comércio. A recomendação dos veterinários quanto à alimentação correta de cães e gatos é insistente no uso de ração balanceada.

 

O que aconteceu neste período para uma mudança tão significativa? Apenas o forte marketing dos grandes fabricantes foi o responsável pela mudança de hábito dos consumidores? Não. A associação das necessidades dos consumidores, praticidade e economia, com a recomendação técnica dos veterinários, gerou esta mudança de perfil. Mas por que a recomendação técnica é pelo uso de rações balanceadas? Deixando de lado uma série de vantagens adicionais e tratando apenas do aspecto mais significativo, podemos dizer que não há melhor forma de suprir os animais com os nutrientes adequados para cada espécie e época de desenvolvimento. Com as constantes e volumosas pesquisas no setor, as exigências nutricionais destes animais já estão bem definidas, de forma que produtos de empresas de confiança podem de fato garantir a alimentação adequada para estes animais de companhia.

 

E quanto aos pássaros? Em que estágio estamos quanto à adequada alimentação? Podemos dizer que este setor não vai escapar desta importante tendência, porém ainda está vivendo esta transformação. Entre os aficionados por pássaros há uma maior resistência a uma mudança vista como “extrema” ou “radical”, que seria a troca das tradicionais misturas de sementes por ração balanceada. Já se ouviu quem dissesse que passarinho tem bico para descascar e comer sementes, portanto esta é a alimentação adequada para eles, como acontece na natureza. Este raciocínio nos leva a traçar um paralelo e concluir que cães e gatos têm caninos para comer carne, portanto os Pet Shops ao invés de vender sacos de ração, deveriam disponibilizar gatos “SRD” para a alimentação “natural” de cães e camundongos para a nutrição adequada de gatos.

 

 

Vantagens das rações balanceadas

 

 

Existe uma série de vantagens do uso de rações balanceadas frente às tradicionais misturas de sementes, não como uma opção a mais, mas sim como a base da alimentação dos pássaros. Vamos enumerar as principais:

 

1)O processo de formulação da ração permite que o produto apresente os níveis de garantia exatamente de acordo com as exigências nutricionais dos pássaros. Desta forma a ração pode perfazer 100 % de sua alimentação, deixando a necessidade de suplementação apenas para situações especiais, como períodos de convalescência, reprodução e muda de penas.

 

2)Mesmo quando se tenta fazer uma boa composição através da mistura de diferentes tipos de sementes, enfrenta-se a questão da escolha pelos pássaros das sementes que mais lhes agradam, comprometendo a intenção do balanceamento. Na ração a composição é a mesma em cada grânulo ou partícula, o que proporciona uma alimentação uniforme.

 

3)Seu uso evita problemas nutricionais, como excesso de gordura e deficiência de vitaminas, minerais e aminoácidos, freqüentes nas dietas à base de sementes.

4)O processo de fabricação permite que a ração apresente cor, textura e aroma mais agradáveis a cada espécie de pássaro. O processo de extrusão promove alterações favoráveis, como o aumento da digestibilidade dos nutrientes, além de eliminar possíveis patógenos presentes nos ingredientes, pela ação de altas temperaturas.

 

5)Proporciona considerável economia, já que o consumo de ração é cerca de 30 a 40 % menor que o volume de sementes que seriam utilizadas, em função das cascas e do desperdício de sementes pelos pássaros.

 

6)Facilidade de manejo, pois não há necessidade da rotina diária de soprar as cascas das sementes. Deste modo a ração pode ser fornecida para vários dias.

 

7)A ausência de agrotóxicos, normalmente presente nas sementes e eventualmente nas verduras, evita intoxicações e doenças pulmonares. Alguns agrotóxicos podem não apresentar sintomas aparentes de intoxicação, porém podem até esterilizar os pássaros

8)Os pássaros não são submetidos aos riscos que acontecem no uso de alimentos frescos, como ovo cozido, que é rapidamente deteriorável, pondo em risco a saúde dos animais, em especial em períodos quentes.

 


Adaptação


Como qualquer outro animal submetido a uma mudança na dieta, há necessidade de um período de adaptação para a nova alimentação. Quanto mais novo o pássaro, maior a facilidade de adaptação. Pássaros habituados há muito tempo às dietas a base de sementes poderão estranhar inicialmente o novo alimento, mas também podem ser adaptados. Pássaros nascidos em ambientes onde a dieta já é a ração, são alimentados pelos pais desde o início com este alimento, sem necessidade, portanto, de adaptação.

Havendo necessidade de adaptação, deve-se proceder a mistura da ração com as sementes de costume, conforme a tabela:

 

 

 

1º ao 3º dia

 

1/4 ração 3/4 sementes

 

4º ao 6º dia

 

1/2 ração 1/2 sementes

 

7º ao 9º dia

 

3/4 ração 1/4 sementes

 

A partir do 10º dia

 

Somente ração balanceada

 


A opinião de quem entende

 
Confira a seguir alguns importantes depoimentos do meio científico sobre a questão da alimentação de pássaros com rações balanceadas frente às dietas a base de sementes:

“Uma dieta balanceada deve permitir ao pássaro uma vida cheia e alegre. Uma dieta desbalanceada pode ser a causa de muitas doenças e da morte prematura dos pássaros. Mesmo para pássaros comedores de sementes, alimentá-los apenas com elas não é apropriado. Mesmo quando diferentes tipos de sementes são fornecidas, as sementes não serão capazes de suprir todas as necessidades minerais e vitamínicas necessárias.”
(Basic Bird Nutrition - Jennifer Prince DVM, Drs. Foster & Smith Veterinary Service Department - Wisconsin Veterinary Medical Associations.)

 

“Alimentos extrusados para pássaros, assim como rações para cães e gatos, são formuladas para garantir toda a nutrição que os pássaros precisam, de maneira prática. Impede que o pássaro escolha somente a sua semente favorita deixando de lado boa parte da nutrição necessária.” (1997 by the National Cockatiel Society.)

 

“Sementes não contém nutrientes suficientes para manter um pássaro saudável ou prover nutrientes adequados para a reprodução. Sementes possuem baixas concentrações de cálcio e são também deficientes em proteínas, minerais e vitaminas. Alimentar os pássaros apenas com sementes pode causar severas deficiências nutricionais e a morte prematura dos pássaros.” (Understanding Pet Bird Nutrition - Gary D. Butcher, Veterinário de Aves e Richard M.D. Miles Nutricionista de Aves. Universidade da Flórida, Instituto de Alimentos e Ciências Agrárias, 1996.)

 

“Devido ao fato das cascas representarem de 18 a 69 % das sementes e serem removidas antes da deglutição, uma parte significativa das misturas de sementes são transformadas em lixo. Algumas ainda são muito gordurosas e promovem a obesidade. O processo de extrusão induz certas modificações químicas e físicas no alimento que são vantajosas. A alta temperatura destrói microorganismos potencialmente patógenos.” (Nutrition of Caged Birds - Formulated Diets Versus Seed Mixtures for Psittacines. Comparative Nutrition Group, Departament of Animal Science, Michigan State University.)

 

“Rações para cães, mesmo sendo um alimento “não natural”, é aceito pela maioria das pessoas e veterinários como a maneira correta de alimentar estes animais. Da mesma forma, extrusados para pássaros podem ser vistos como uma maneira conveniente de alimentar os pássaros. Além dos benefícios nutricionais, os grânulos fazem menos sujeira (não contém cascas), são mais acessíveis (não ficará comida escondida sob as cascas), seguras (não estragam quando são deixadas na tigela por mais tempo, como ocorre com os suplementos a base de ovo por exemplo), menos desperdício (não é necessário jogar fora porções não consumidas), menos trabalho (podem ser colocadas quantidades maiores na tigela em relação às sementes) e fáceis de serem deixadas em alimentadores ou recipientes quando for sair de férias.” (Feeding Canaries a Pellet Diet - Ginger Wolnik Pacific American Singer Newsletter. Vol.5, no. 3, Julho de 1998.)

 

“Veterinários há muito tempo vem alertando sobre as doenças em aviários causadas por má nutrição. Pesquisas em nutrição de aves têm feito grandes avanços e, como resultado, fabricantes de comida para pássaros tem sido capazes de formular variadas e nutritivas rações. As vantagens de um produto extrusado incluem a ausência de pó no alimento e a exclusão do risco de contaminação por bactérias. Os extrusados são resultado de extensivas pesquisas e testes e são formulados para satisfazer todos as necessidades nutricionais dos pássaros. Muitos criadores tem registrado aumento do sucesso reprodutivo após terem trocado a alimentação habitual pela ração extrusada. Uma vez que os produtos tem validade de 1 a 2 anos você obtém sempre comida fresca da embalagem. Ao contrário de muitas sementes que são estocadas em pilhas que ficam ali estragando por muitos anos.” (Should you feed your quakers a pellet diet? - Thereza Jordan - Jordan Enterprises, 1997.)

 

Experiência

 


Há mais de 10 anos a alcon já produz rações balanceadas para pássaros, utilizadas por criadores profissionais desde então. Muitos destes criadores substituíram há muitos anos as misturas de sementes por rações extrusadas, com ganhos significativos em qualidade nutricional e praticidade. Atestam eles que o uso continuado do produto melhora o potencial reprodutivo e o estado nutricional do pássaro, aumentando sua resistência e diminuindo sobremaneira a incidência de doenças e a mortalidade, além de aumentar a vitalidade, a beleza das penas e o vigor do canto.

 

A quebra deste paradigma já é uma realidade. A evolução acontecerá naturalmente.