Doenças no Curió


preponderante para evitar as doenças , a higiene começa pelo tratador , as mão de quem maneja as aves e de que prepara os alimentos devem ser bem lavadas antes do trato.  Com relação as gaiolas o papel de fundo deve ser trocado diariamente ( evite jornais pois a tinta contem chumbo )
Fonte: Internet

Canibalismo dos pássaros: É o vício dos pássaros bicarem uns aos outros, comer pena, causando ferimentos, que às vezes leva até a morte. Deve usar o medicamento BICAVE, o canibalismo é causado por espaço limitado, arejamento deficiente, dentre outros.

Coccidiose: É provocada por um protozoário e causa: penas arrepiadas, diarréia, fraqueza, para de cantar, as penas da cauda e da asa caem e fica suja as penas perto da cloaca. O tratamento é feito com penaviar, terramicina e averol.

Verminose: É causada pela má higiêne na gaiola, seus sintomas são: diarréia, fraqueza, tristeza. É tratada com mebendazole, piperazina, folhas de chicória, hortelã e mastruz.

Sarna: Esta doença é causada por um parasita que deixa as pernas dos pássaros mais grossas e infeccionadas. O tratamento é feito com pomadas (quadriderme, hipoglós, neomecina e outras).

Diarréia: Uma doença comum nos pássaros em que o mesmo evacua freqüentemente (liquido abundante). pode ser tratado com alguma gotas de limão, água de arroz ferventado, soro caseiro e em casos extremos usa-se o medicamento "penaviar".

Gripe Coriza ou Resfriado: Os pássaros são atacados nas vias respiratórias perdendo o apetite, dormindo constantemente e parando de cantar. O tratamento é feito com algum antitérmico infantil, terramicina e nacoriza.

 Dicas sobre prevenção de doenças

O velho ditado "é melhor prevenir do que remediar" , também é enfatizado pôr nós no trato das aves em cativeiro, em especial o Curió . Procuraremos de forma sucinta descrever os cuidados que tomamos no nosso aviário. Recomendamos novamente que se consulte um veterinário especializado em aves, para uma orientação precisa.

Estresse: As aves em cativeiro necessitam de uma vida social , ou seja ver pessoas , escutar sons , passear , etc. , porem o bom senso deve prevalecer pois expor as aves a situações de incomodo podem causar danos irreparáveis. Portanto devemos evitar a presença de cães, gatos, guarda-chuvas , lagartixas , lugares úmidos , vento , frio , e qualquer outro objeto ou animal que perturbem as aves.

Higiene e Limpeza:Fator preponderante para evitar as doenças , a higiene começa pelo tratador , as mão de quem maneja as aves e de que prepara os alimentos devem ser bem lavadas antes do trato.  Com relação as gaiolas o papel de fundo deve ser trocado diariamente ( evite jornais pois a tinta contem chumbo ) , os acessórios de plástico ( comedouros, bebedouros , etc. ) devem ser lavados com água e sabão e freqüentemente desinfetados com ( cloro , amônia, quaternária, iodo , etc. ).  As gaiolas devem ser desinfetadas no mínimo duas vezes ao ano e de preferencia com calor , atualmente utilizamos o Vaporetto após a retirada de todos os resíduos.  É recomendável a utilização de aparelhos tipo steriler , para purificação do ar .

Quarentena:Quando adquirimos uma ave nova ou participamos de algum torneio , é muito importante que a ave fique pelo menos 20 dias em observação, e se possível submeter a ave a exame de fezes parasitológicos e cultura microbiológica.

Medicamentos Preventivos:Coccidiose : O remédio NF-180 devera ser ministrado durante 5 dias e repetido após 15 dias . Duas vezes ao ano. A dosagem ideal é 1grama pôr litro de água.

Doenças respiratórias: O remédio Tylan devera ser ministrado durante 5 dias e repetido após 15 dias . Duas vezes ao ano . ( imprescindível no inverno ). A dosagem ideal é 1 grama para cada 2 litros de água.

Verminoses: O remédio Licor de Cacau devera ser ministrado durante um dia e repetido após 15 dias . Duas vezes ao ano . A dosagem ideal é 1 gota pôr bebedouro ( 40 ml )