Canario da terra (SICALIS FLAVEOLA)


"...As mutações de canários da terra, vem evoluindo rapidamente e os criadores devem observar o surgimento de uma mutação bastante importante que é o divisor de águas no tocante a evolução da cor desta espécie..."
Fonte: Silvano Pereira Ferraz


 

CANARIO DA TERRA (SICALIS FLAVEOLA)

EVOLUÇÃO

LINHA CLARA E LINHA ESCURA, JÁ HOUVE A SEPARAÇÃO:
As mutações de canários da terra, vem evoluindo rapidamente e os criadores devem observar o surgimento de uma mutação bastante importante que é o divisor de águas no tocante a evolução da cor desta espécie.
Tenho observado no meu criatório " Casa Brasil " o surgimento de uma linha de mutantes com sub-plumagem branca, o que indica o surgimento da linha clara, como ocorreu no passado com o serinus canárius (canário do reino). Nesses canários a cor dos pés, bicos, unhas e patas são claros.
Os cruzamentos entre mutantes devem ser praticados obedecendo a cor da sub-plumagem. cruzamentos aleatórios, sem observar esse detalhe leva a obtensão de filhotes com cores que no primeiro instante leva a impressão do surgimento de nova mutação, mas na verdade não passam de pássaros pintados, com surgimento de penas escuras em maior ou menor quantidade variando do marrom ( eumelanina canela) até o negro (eumelanina negra) dependendo da carga genética do casal envolvido. Esses pássaros são chamados de arlequins, sem padrão de cor definido.
A escolha de matrizes para a formação de casais para reprodução deve ser praticada observando esta particularidade, procurando separar a linha clara da linha escura. A obtenção de canários mutantes da linha clara, com boa carga lipocrômica, ainda é raridade, porém deve ser perseguida, visando a fixação dessa nova linha. Com a linha clara de canários da terra fixada, o passo seguinte é levar em frente o cruzamento intensivo o que nos conduzirá ao surgimento da mutação totalmente branca com olhos pretos.